Há sempre alguma loucura no amor. Mas há sempre um pouco de razão na loucura. Friedrich Nietzsche
O sonho encheu a noite/Extravasou pro meu dia/Encheu minha vida/E é dele que eu vou viver/Porque sonho não morre. Adélia Prado

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Diferença entre o "há" e o "a".

Não é incomum ver nos textos confusão entre o “há” e o “a”.
Isto é compreensível, já que foneticamente não há diferença entre um e outro. Gramaticalmente, porém, são classes de palavras completamente diferentes.

Eis algumas dicas simples e fáceis de lembrar.

Há - é verbo – na maior parte das vezes impessoal, isto é, usado para informar tempo passado ou com o sentido de existir – (situações em que ele mais confunde).

A – pode ser artigo ou preposição.

Exemplos de frases onde é comum a troca:

Passarei na escola daqui a duas horas.
Passei na escola há duas horas.

No tempo futuro usa-se o “a”.
No tempo passado usa-se o “há”

Ao usar o “há” já fica claro que é passado, então não use
Há dez anos atrás. Seria redundância, já que o há já diz que é passado.

Use: Há dez anos.

A conversa não tem nada haver com a festa. (incorreto)
A conversa não tem nada a ver com a festa. (correto)
Melhor ainda:
A conversa não tem nada o que ver com a festa.

O verbo haver no sentido de existir não é flexionado em pessoa, pois é impessoal.

Portanto, não pode: “Houveram muitos momentos felizes”, mas sim,
“Houve muitos momentos felizes”

Atenção: o verbo “existir” é flexionado normalmente, portanto:
“Existiram muitos momentos felizes”

____________________________________
Confiram dicas de beleza e variedades femininas em: http://www.modamercatto.com.br/blog

____________________________________

10 Comentários:

Anônimo disse...

obrigado

Anônimo disse...

foi bem resumido , obrigada

Anônimo disse...

muito obg ajudou bastante .

Anônimo disse...

amei essa aula queria muito tirar ha minha duvida

Anônimo disse...

muito obrigada precisava estudar isso para uma prova e me ajudou muito esse resumo!
bjoos

Anônimo disse...

vlw tbm e ajudo muitoo

Anônimo disse...

obrigado

Anônimo disse...

Isto está bem?! De que manual é que isto foi tirado, faltam as fontes. O "Há" é do verbo haver, como é que pode ser aplicado no passado quando quando é um verbo do presente do indicativo?! Por exemplo: "ele há de fazer isto"

Anônimo disse...

Ta faltando mais coisas;.Também o Há pode ser trocado com EXISTEM se der para por existem na frase poem Há ex: Há sete anos moro nessa cidade
(Existem)sete anos que moro nessa cidade.

Anônimo disse...

Ajudou muito, muito grato!

Postar um comentário

Agradeço por sua participação! Sua opinião contribui para o meu crescimento.

Related Posts with Thumbnails
"Quiseste expor teu coração a nu. E assim, ouvi-lhe todo o amor alheio. Ah, pobre amigo, nunca saibas tu Como é ridículo o amor... alheio!" Mário Quintana

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO